Propomos concentrar artigos, de autores diversos, (postados na internet, revistas ou livros) com vista a reunir num mesmo lugar o que está espalhado por ai. A intenção-maior, ao reunir as manifestações de ideias que este Blogueiro se identifica, é compartilhar o conhecimento, enfatizar o senso comum que preza pelo amor a Deus e ao próximo, que valoriza a vida humana e tudo que compõe nosso espetacular ecossistema. Não há objetivo comercial nisso. Blog principal: Belverede.

Translate

Research | Pesquisar artigos de Cosmovisão

quarta-feira, 30 de março de 2011

Morre José Alencar ex vice presidente

Depois de 14 anos de luta contra o câncer, 17 cirúrgias, o ex-vice presidente do Brasil José Alencar Gomes da Silva faleceu.

Nascido em 17 de outubro de 1931 em Muriaé-SP, morreu na cidade de São Paulo, em 29 de março de 2011, algumas horas após ser internado no Hospital Sírio Libanês.

Foi empresário muito bem sucedido no ramo têxtil,  não cursou nível superior,  gostava da política. Foi senador por Minas Gerais e por duas vezes vice-presidente da República do Brasil, nos dois mandatos de Luis Inácio Lula da Silva. Governou o país por trezentos e noventa e oito dias, enquanto Lula viajava.

Bem-humorado, sua marca era a estampa do sorriso no rosto, passava o lado positivo de todas as situações da vida. Até em seu sofrimento costumava dizer que a luta contra a doença o fazia ser uma pessoa melhor, que seria levado por Deus e não pelo câncer. "Estou entregue a quem sempre estive, às mãos de Deus", disse certa vez ao ser indagado sobre as agruras do câncer.

Discreto, nunca declarou que alavancou a candidatura de  Lula à presidência. É notório que a  figura de Alencar afastou a desconfiança do eleitorado e do empresariado brasileiros, viabilizando a Lula as vitórias nas eleições presidenciais de 2002 e 2006. A revista Época declarou que era um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009.
.
Neste momento que escrevo, o corpo de Alencar é transladado à Brasília, será velado com honras de chefe de estado no Palácio do Planalto, em cerimônia aberta ao público, depois seguirá para velório em Belo Horizonte-MG, próximo de sua terra natal e lá será sepultado.

Ver vídeo sobre a biografia de José Alencar: Amor à Vida: a Saga de Um Brasileiro

E.A.G.

sábado, 26 de março de 2011

Pastor Paulo Freire da Costa anuncia presença na Marcha para Jesus edição 2011

A 19º edição da Marcha para Jesus na cidade de São Paulo já tem data, horário e trajeto marcados. Será no dia 23 de junho, terá início saindo às 10 horas da estação Tiradentes do metrô em direção ao Campo de Marte.

Os organizadores já anunciam a confirmação das seguintes presenças no palco da Marcha: Cassiane, André Valadão, Mariana Valadão, Regis Danese, Thalles Roberto, Lázaro, Fernanda Brum, Kleber Lucas, Dj Alpiste, Marcelo Aguiar, Asaph Fernandes, Pregador Luo, Davi Sacer, Katsbarnea, Apocalipse 16, Renascer Praise, Ao Cubo, Banda do Pa, Banda Baque.

Em caráter de informação, não é crítica, quero dizer que a minha surpresa não ocorreu com esses nomes, mas ao assistir uma vinheta que é veiculada na Rede Gospel, televisão da Igreja Apostólica Renascer em Cristo. O Pastor Paulo Freire da Costa, filho de José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, gravou uma chamada. Nela, afirma que marchará e convida os cristãos a irem marchar também. Para mim, é difícil imaginá-lo usando faixas, roupas coloridas, bandana na testa, empunhando bandeirinhas e festejando entre pessoas cheias de alegria.

A história dessa festa

No Brasil, o evento é organizado pela Igreja Apostólica Renascer em Cristo, cujos líderes são o Apóstolo Estevam Hernandes e Bispa Sônia. Mas é internacional e interdenominacional, ocorre anualmente em milhares de cidades do mundo. Nesta oportunidade, a Igreja procura mostrar que não está restrita aos templos, é quando a multidões de evangélicos mostram para a sociedade que os cristãos possuem laços de amor que ultrapassam os muros placas denominacionais. Nestes dias, diversos ministérios unidos expressam fé, gratidão e amor a Deus publicamente.

A Marcha para Jesus faz parte do calendário oficial de diversas cidades brasileiras há mais de duas décadas. E entrou para o calendário oficial nacional em 2009, quando o presidente Lula instituiu o Dia Nacional da Marcha para Jesus, projeto criado pelo Senador Marcelo Crivela. A sanção presidencial determinou que o evento ocorresse sempre no primeiro sábado a contar 60 dias após o Domindo de Páscoa.

E.A.G.

PÁGINA PRINCIPAL

Marco Feliciano versus parlamentar gay Jean Willis

Deputado Federal Marco Feliciano
Nas eleições de 2010, entre os evangélicos a disputarem vaga para deputado federal, Marco Feliciano (pastor assembleiano), foi o candidato mais bem votado no Brasil, representando São Paulo. Ele se elegeu com um total de 211.855 através do partido PSC.

Jean Wyllis - dono de apenas 13.018 votos; candidato pelo PSOL/RJ - provavelmente eleito graças ao sistema de voto proporcional, isto é, alçado à carreira política indiretamente, sem a intenção da maioria de eleitores cariocas, ex-participante de programinhas BBB, afirmou que seu mandato será contra a Bancada Evangélica e pedirá abertura de contabilidade das igrejas cristãs.

O Pr. Marco Feliciano reagiu. Ele subiu à tribuna da Câmara Federal e discursou mostrando grande disposição de rebater a ala de homossexuais e seus representantes, que tem na Senadora Marta Suplicy  (8.314.027 votos /PT-SP), de outra casa legislativa, a pessoa de maior peso a apoiar Wyllis.

Como eleitor em São Paulo, espero ações producentes dos demais evangélicos eleitos por este estado. Estamos de olho, esperamos engajamento efetivo daqueles que representam a igreja evangélica.

Além de Marco Feliciano, os deputados federais eleitos por eleitores paulistas são: Jorge Tadeu - 164.650 votos /PPS (Igreja Internacional da Graça de Deus); Bispo Antonio Bulhões - 162.667 votos / PRB (Igreja Universal do Reino de Deus); Pastor Paulo Freire da Costa - 161.083 votos /PR (Igreja Evangélica Assembleia de Deus ministério Belenzinho); Missionário José Olimpio - 160.813 votos / PP (Igreja Mundial do Poder de Deus); Pastor Jefferson Campos - 116.317 votos / PSB (Igreja do Evangelho Quadrangular); Marcelo Aguiar - 98.842 votos /PSC (Igreja Apostólica Renascer em Cristo).

O discurso do Pr. Marco Feliciano foi o seguinte:

"É com grande satisfação que uso desta tribuna, neste momento, para manifestar minha preocupação com atitudes e posições de colegas que se dizem representantes de minorias e tentam inverter valores, visando instalar uma ditadura de minorias nesta Casa, em contraponto com a grande maioria de deputados representantes de grupos de pessoas que prezam pelos bons costumes, não se reduzindo a apenas Deputados da Frente Evangélica.

Quando o assunto passa para questionamento da prestação de contas das igrejas, o nobre deputado envereda pelo campo do confronto, demonstrando vontade de atuar em todas as direções, falta de abstração intelectual para apresentar motivos mais substanciais para justificar sua lide e aconselho o nobre colega a verificar na internet, a prestação de contas de todas as igrejas, pois possuem um corpo de administração, com tesouraria e relatório de prestação de contas. Muitas com trabalho social tão relevantes, tirando drogados das ruas e amparado órfãos e idosos, muitas vezes as despesas superando em muito, as receitas.

Sabemos que a mídia sempre dá destaque para posições polêmicas. Entendemos e respeitamos, mas não estamos aqui para municiar debates midiáticos e sim, para bem representar os milhões e milhões de brasileiros que professam uma fé calcada no que Ensina o Livro Sagrado – Uma família é constituída por pai, mãe e filhos – base para qualquer sociedade se desenvolver no trabalho, na educação e ser feliz. Esse é o objetivo de quem foi constituído pelo povo para representá-lo nesta Casa de Leis.
Graça a Deus, esta Casa é um parlamento democrático e convido o nobre colega para um debate de idéias, sem preconceitos e para que possamos como gente civilizada e hoje, na posição de legisladores, podermos encontrar um caminho para o bem comum, com respeito à posição individual de cada um, desde que não intencionemos fazer com que, por causa da impressão que se quer dar, de fragilidade de determinados grupos, venhamos a renunciar a valores inegociáveis de nosso caráter e formação".

E.A.G


PÁGINA PRINCIPAL

Select the language